Câmbio automático ou manual: qual é a melhor opção?

A procura do automático vem aumentando ano após ano, mas muitos brasileiros que
são habituados não trocam o câmbio manual por nada. Afinal, qual é a melhor opção?

Que o câmbio é um dos itens mais importantes do carro todo mundo sabe, mas será que você sabe como ele funciona? Bom, é simples: ele é responsável por dosar o fornecimento de energia do motor para as rodas, fazendo com que o carro ande. Vamos aos prós e contras de cada tipo?

Câmbio manual – prós
– É mais barato, agregando menor valor ao veículo na compra;
– A manutenção também é mais simples e custa menos;
– Usado da maneira certa, não proporciona grandes gastos de combustível;
– Permite respostas mais rápidas em arrancadas e ultrapassagens.

Câmbio manual – contras
O câmbio manual exige muito mais atenção do motorista, além de ser mais cansativo devido ao uso constante do pedal da embreagem. E, se utilizado de maneira incorreta, pode gastar mais combustível e danificar o motor.

Câmbio automático – prós
– É muito mais confortável que o manual;
– É mais durável;
– É mais seguro.

Câmbio automático – contras
É mais caro no valor agregado e na manutenção. O câmbio automático também gasta, no geral, mais gasolina e a troca de óleo deve ser feita com mais frequência.

Bom, agora vai da sua preferência: a principal diferença entre os dois câmbios é que, enquanto o manual é mais barato e promove mais controle sobre o carro, o automático oferece mais conforto, permitindo que o motorista não se canse tanto com trocas de marcha constantes, especialmente em cidades onde engarrafamentos são comuns.

E já que estamos falando em escolha, que tal escolher o seu carro e começar um consórcio na Disal? É só clicar no botão abaixo e fazer a sua simulação.

Postar um novo comentário