Por que o brasileiro poupou no ano passado?

Um levantamento feito pelo Banco Central mostra que 65% dos brasileiros não pouparam dinheiro em 2017. Poupar é uma prática rara no Brasil, seja por falta de hábito ou por motivos relacionados à crise econômica.

Em média, os consumidores criaram um estilo de vida de viver com altos índices de juros e de parcelar qualquer tipo de compra para poder dar conta dos gastos essenciais. É muito comum comprar agora e pagar depois, mesmo que isso signifique ter que encarar altos juros e comprometer um dinheiro que ainda não existe. O ditado popular “matar um leão por dia” representa bem essa realidade que infelizmente muitas pessoas vivem.

Para dificultar ainda mais, o comércio incentiva a compra a prazo. Na maioria das vezes, existe pouco incentivo para pagar à vista e grande foco na venda com parcelamentos longos, chegando até 12 ou 24 vezes. O cartão de crédito é visto como a principal ferramenta para adquirir produtos mais caros.

Existem várias formas de sair do vermelho, como buscar uma renda extra, cortar gastos, não usar cartões de crédito e fugir das compras parceladas, mas o fato é que a mudança precisa ser cultural, porque se o comportamento continua, as ações acima citadas serão como analgésicos que servem para cortar sintomas, mas não tratam a doença.

Com planejamento, o brasileiro pode desenvolver a habilidade de poupar mais todos os meses. Quer dicas de como você pode introduzir esse pensamento na sua família? Clique aqui e confira 4 dicas de educação financeira para os filhos e confira aqui como descobrir como encaixar o seu consórcio nas contas do mês.

Postar um novo comentário