Toyota apresenta o Yaris, seu novo compacto premium

Cercada de expectativas, a chegada do Yaris no Brasil movimentou o mercado automobilístico nacional no segundo semestre de 2018. Ele chega para concorrer com outros modelos compactos, como o Honda Fit e City.

O visual é novo, mas a mecânica e a tecnologia foram emprestadas dos irmãos Etios e Corolla.

O Yaris usa os motores do Etios 1.3 e 1.5, além do câmbio manual. O câmbio CVT e outros itens de série são os mesmos do Corolla. No modelo hatch, os veículos estão sendo vendidos com as duas opções de motorização. Já no modelo sedan, o motor será sempre o 1.5.

Poucas versões terão câmbio manual de cinco velocidades. A maioria terá câmbio CVT que simula sete marchas.

A grande vantagem é o espaço interno, especialmente no banco de trás, pois o veículo não tem o duto central, comum nos modelos da concorrência.

Segundo a Toyota, o modelo hatch é o mais econômico da categoria. O consumo médio na cidade varia de 8,8 km/L na versão 1.5 manual a 9,6km/L no sedan 1.5 CVT.

No porta-malas, o espaço para malas é bom no hatch (310 litros) e razoável no sedan (473 litros).

Nas concessionárias, o Yaris está disponível em quatro configurações: XL, XL Plus, XS e XLS. Apenas a versão XL tem câmbio manual.

Apesar de desconhecido no Brasil, o Yaris vale a compra, pois tem economia, ótimo espaço interno, além da credibilidade e confiança da marca Toyota. Conte com a Disal Consórcio para conquistar seu novo Yaris.

2 comentários em “Toyota apresenta o Yaris, seu novo compacto premium”

  1. Fiquei muito indignado com a vendedora que disse que a entrada já seria a primeira parcela e já estaria concorrendo o que não correspondeu a verdade. posteriormente recebi via correio o contrato juntamente com o carnê. Aí naturalmente já era tarde, mas fica o alerta, afinal foi a compra do meu primeiro consórcio. imagine para quem compra consórcio pagar o valor de uma prestação a título de comissão, é demais né Disal. Comprei em Porto Alegre.

    1. Olá Rogério! O pagamento realizado na aquisição da Cota fica caracterizado como pagamento da primeira parcela, após a formação do Grupo o consorciado já participa da primeira assembleia.

Postar um novo comentário