Ter um carro próprio continua sendo desejo entre os jovens, diz pesquisa norte-americana

0 Comentários

Ter um carro próprio continua sendo desejo entre os jovens, diz pesquisa norte-americana



Segundo Peter Welch, presidente executivo da NADA- National Automobile Dealers Association, desejo de ter um carro nunca foi esquecido pelas gerações mais novas. Foi apenas adiado, por conta da crise econômica. E o Consórcio Disal cai como uma luva para quem, no Brasil, também pretende planejar para ter a liberdade e segurança de ter seu carro ou moto próprios. Confira!

Peter Welch, presidente da NADA – National Automobile Dealers Association, a associação que representa mais de 16,5 mil concessionárias de automóveis e comerciais leves nos EUA, divulgou, em setembro/2020, um artigo contestando uma crença comum no setor: a de que os Millenials (nascidos depois de 1980) e a Geração Z (nascidos após a primeira metade da década de 1990) não tinham mais interesse em serem proprietários de um veículo e que ficariam confortáveis ao usar apenas serviços de compartilhamento de carros e aplicativos de transporte.

“A NADA sempre soube que essa narrativa não se manteria sob uma análise mais minuciosa”, diz Welch (foto), no texto.

Segundo ele, o desejo de ter um veículo próprio não morreu com as gerações anteriores. “Os Millenials não escolheram um estilo de vida diferente de seus pais ou irmãos. Eles apenas foram forçados a adiar, por conta da crise econômica, a inevitável transição para a vida de adultos com filhos, que mudam para casas no subúrbio e compram carros”, afirma. “A maioria dos usuários de apps de transporte veem estes serviços como um complemento e não como uma substituição à propriedade de veículos”, enfatiza Welch.

Pesquisa

O executivo da NADA contraria, ainda, a ideia de que a venda de automóveis está se recuperando pelo mundo apenas por conta da pandemia – uma vez que o transporte individual pode diminuir as chances de contágio pelo Coronavírus. “Para começar, eu não penso que o desejo de ter um veículo realmente chegou a ser tão baixo (quanto diziam). Então, é como se tentássemos converter pessoas que nunca perderam a religião”, afirma.

Se ficou alguma dúvida de que a propriedade do carro nunca esteve em questão, Welch afirma que, nos Estados Unidos, o número de veículos por residência aumentou entre 2011 e 2018. Mesmo nas grandes cidades, com transporte público eficiente e ampla oferta de transporte por aplicativos, a quantidade de carros ficou estável ou cresceu no período, superando as 17 milhões de unidades/ano. Segundo ele, isso prova que “a importância do veículo não foi estabelecida, e provavelmente não será muito ampliada por conta da pandemia. Ela foi simplesmente reafirmada”.

Outra pesquisa, realizada em 2018, apontou que a maior parte dos jovens norte-americanos preferem ter um carro próprio que, para eles, representa liberdade de ir e vir. “Na média, o tempo de espera por um serviço de transporte é de 6 minutos, por viagem. Se considerarmos 10 roteiros diários, teremos 1 hora de espera por um carro que o leve à academia, ao trabalho, ao mercado ou outros destinos que fazem parte do nosso dia a dia. Esse tempo é considerado um desperdício”, concluiu Welch, ao explicar os resultados da pesquisa.

Consórcio é a chave para seu carro próprio

Se você quer planejar a compra de seu carro próprio, a maneira mais inteligente e prática é por meio do Consórcio Disal. Com planos de até 80 meses, opções de parcela reduzida e parcelas sob medida para o seu bolso, a Disal é sua opção número um em consórcios. Com mais de 30 anos de vida, a empresa é uma das três maiores administradoras de consórcios do Brasil, de acordo com o Banco Central. Faça uma simulação e realize seu sonho com a Disal.

Assine nossa Newsletter Saiba mais sobre consórcio